Meu parceiro não me ajuda

Atualizado: Mar 4


Imagem: Pinterest


Você já se sentiu explorado?


Sabe aquela sensação de injustiça quando você acha que está fazendo demais, já a outra parte nem tanto?

Quando você faz tudo que pode para manter um bom relacionamento com aquela pessoa, mas ela não reconhece seu esforço e prefere focar em suas falhas.

Você chega em casa, após um longo e cansativo dia de trabalho.

Seu parceiro, sem nem sequer perguntar como foi seu dia, já vem te cobrar que a louça está suja, ou que não tem jantar, ou que o quarto está bagunçado…

Você não aguenta mais. Afinal, deve estar pensando: "por que eu que tenho que fazer tudo sozinho?"


A realidade é que nossa jornada nunca é simples.

Não é fácil conciliar todas as questões de nossas vidas profissionais, amorosas, financeiras, pessoais e etc.

Por exemplo:

Seu trabalho tem exigido demais de você...

O dinheiro está curto no fim do mês…

Além disso, você, assim como qualquer outro ser humano, tem suas diversas inseguranças, medos e lutas diárias.

Seu relacionamento amoroso não é mais o mesmo e seu companheiro não está ajudando.

Para piorar, o tempo inteiro é bombardeado nas redes sociais com fotos e vídeos de casais "perfeitos" e pessoas vivendo suas vidas idealizadas e livres de problemas.


Diante de todo esse conjunto de situações acima descritas, é completamente compreensível sua indignação.

A vida não tem estado fácil e seu parceiro que, na teoria, deveria ajudar a torná-la mais leve, só tem dificultado mais ainda.

Mas você não é o único que passa por isso.

Em meus atendimentos, ajudei muitas pessoas com problemas parecidos com o seu e tenho orgulho de dizer que conseguimos dar um jeito.

A grande sacada está em aprender a expressar suas indignações, vontades e opiniões.

Uma boa dose de diálogo saudável pode salvar um relacionamento.


Se havia uma solução para os casais que me procuraram, há uma solução para você também.

Talvez até mais de uma.

Não há uma fórmula exata para um relacionamento de sucesso, mas existem alguns caminhos mais certos a serem tomados.

Assim como existem caminhos que, se tomados, aumentam suas chances de vir a ter aborrecimentos.

O truque é saber enxergar além do próprio umbigo e, antes de agir, se colocar no lugar do outro.

Vamos começar tentando resgatar o laço de confiança entre vocês que, em algum ponto, se rompeu.


Em algum momento do relacionamento de vocês, seu companheiro se acomodou.

Diversos motivos levam uma pessoa a se acomodar, mas entre eles, algo que merece destaque é a proporção de atenção que você tem dado a essa pessoa…

É provável que você tenha estado presente até demais na vida dessa pessoa.

Entende?

Você esteve tão presente e deu tanta atenção, que seu "cuidado excessivo" criou no outro uma impressão de que, independente do que acontecer, você estará lá por ele.

Isso é perigoso, uma vez que acaba criando em seu parceiro uma falsa sensação de segurança excessiva, que acaba por resultar nessa acomodação e distanciamento.


Resumidamente: você fez e faz tanto pela pessoa, que ela sente que não precisa fazer mais a parte dela.

Isso está errado.

Ok. O fato de você ser o tipo de pessoa que faz de tudo pelo seu amado é uma característica nobre e louvável, porém, tome cuidado para não acabar sendo explorado.

A linha entre ser uma pessoa legal e altruísta e ser uma pessoa vazia e abusada é muito tênue.

O equilíbrio entre os dois é o ideal.

Saber que: sim, é importante tomarmos decisões e atitudes olhando além de nossas próprias vontades e desejos. Mas que, também, não podemos nos esquecer de fazer as coisas que queremos, por nós mesmos, de vez em quando.


Justamente essa falta de equilíbrio nesse aspecto que pode ter resultado nessa situação de "confinamento" e injustiça que vem prevalecendo na sua vida nos últimos tempos.

Eu sei que não é fácil mudar o seu jeito.

Sei também que infinitos fatores passados podem influenciar no seu modo de agir, principalmente no que diz respeito a querer ajudar o próximo e etc.

Mas, levando em consideração o fato de que você supostamente é uma pessoa que sente prazer em suportar e auxiliar, sugiro que direcione toda essa energia para SE ajudar.

Afinal, você é tão humano quanto qualquer outro e, se você não cuidar de si mesmo, ninguém vai fazer isso por você.


Então, comece com pequenas mudanças na atitude…

Sabe aquela situação na qual você provavelmente deixaria sua opinião de lado, a fim de agradar os outros a seu redor?

Bata de frente! Se imponha!

Mostre que você também tem seu ponto de vista e que ele é tão relevante quanto qualquer outro.

Ao mudar sua postura nesse sentido, seu parceiro, que esteve tão acomodado nos últimos tempos, vai aos poucos perceber que ele também precisa mudar a própria postura, caso queira manter você na vida dele.

43 visualizações
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube

11 99117-6659

©2020 por Cris Monteiro.