Colocando um homem na linha

Atualizado: Abr 1


Seu marido não colabora?

Você sente que já fez tudo que poderia fazer, mas ele continua se recusando a te ajudar…

Em alguns momentos, parece até que você está lidando com uma criança mimada e teimosa, né?

Sua boa vontade, seu humor e sua paciência vêm sido constantemente testados


E o pior?

Tudo que você fala ou faz no intuito de expressar sua revolta com a situação, no final é usado contra você.

Afinal, você é a "chata intolerante que não aceita os outros do jeito que eles são", e ele é o "coitadinho incompreendido".


Pois bem…

Tanto eu, quanto você sabemos que isso é história para boi dormir e que esse homem não tem nada de coitado.

É fato que temos que tomar cuidado com o jeito que cobramos ou expressamos nossas opiniões, afinal, queremos manter o respeito.

Mas também é fato que não só podemos nos expressar e cobrar quando algo não está de acordo com o que esperamos, mas também, devemos!


Tenha uma coisa em mente:

Não é justo, muito menos saudável, quando uma pessoa se aproveita de uma fragilidade nossa para tirar vantagem.

Logo, não aceite quando seu marido tentar te diminuir, ou te chamar de louca quando você exigir algo que foge da zona de conforto dele.

Tanto eu, quanto você sabemos que você não é louca.

Se seu esposo precisa ficar te diminuindo para se sentir melhor, o louco é ele, não você.


De tanto ouvir coisas do tipo "sua louca", "sua desequilibrada", "vai se tratar", "você é controladora" e todo os outros tipos de ofensas e xingamentos que pegam lá no psicológico, é normal que em algum momento você passe a se questionar se é, de fato, tão louca assim quanto ele diz…

E é aí que está a armadilha que não podemos cair.

Nunca deixe um homem te chamar de louca!

Nunca deixe alguém fazer você duvidar da sua capacidade ou da sua inteligência.


Existe uma grande diferença entre uma esposa chata, controladora e uma esposa que não quer nada além do que é seu por direito: justiça e reciprocidade.

Busque sempre o equilíbrio, não só no âmbito amoroso, e não deixe nenhum homem (ou o que for) atrapalhar você nessa busca!

Ao aceitar essa situação de injustiça e abuso dentro de seu relacionamento, você está auto-sabotando seu processo de evolução.


Não permita que outra pessoa te impeça de evoluir.

Exercite pensamentos e atitudes que despertem o melhor que há dentro de ti.

Positividade, paz, equilíbrio, saúde, estabilidade financeira, amor, carinho…

Vá atrás de coisas que te completam e fazem você se sentir bem, por você, sem depender de mais ninguém


Ao cuidar de si, e do seu bem-estar, num contexto geral, sua nova percepção das coisas não permitirá mais que aceite situações onde é diminuída ou tem seu valor e sua capacidade questionados.

Você perceberá que é capaz de chegar aonde quiser, independente de quantas pessoas invejosas aparecerem no seu caminho dizendo que você não consegue.


Consequentemente, essa nova visão abrirá seus olhos para o fato de que seu marido nem sempre está certo. Com isso em mente, sua habilidade para agir estará completamente transformada, pois não colocará mais esse homem no pedestal, se culpando menos por erros que não são seus.


Essa transformação fará com que ele te enxergue de um jeito totalmente diferente.

Aquela mulher indefesa que sempre acatava as ofensas e arrogâncias não é mais tão indefesa assim…

Suas opiniões estão mais fortes, logo, você as defende com mais vontade e garra.

Você não tem mais medo de ser julgada e criticada, afinal, sabe que errar faz parte do processo para se tornar um ser humano melhor.

Sua auto-estima e amor próprio estão do seu lado para evitar que passe por situações humilhantes novamente.

O cenário é outro, percebe?


E nesse novo cenário, seu homem terá apenas duas opções:

Ou ele se adapta para te acompanhar e também viver de acordo com as suas expectativas…

Ou ele, inevitavelmente, vai acabar te perdendo… Uma vez que essa sua nova versão cheia de vida e vontade não permitirá que você se contente com pouco.


Na pior das hipóteses, você será mais feliz do que é hoje, meio à todas essas inseguranças cultivadas por você, e regadas pelo seu parceiro que não te compreende.


Texto adaptado por: Otávio Monteiro

Conteúdo original: Cris Monteiro (Youtube)

Ilustração: Pinterest

40 visualizações
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube

11 99117-6659

©2020 por Cris Monteiro.